Confusão dos Deuses do Automobilismo

Confusão dos Deuses do Automobilismo

 

A 11ª etapa da Fórmula 1, realizada na Hungria, trouxe ainda mais emoção para o já movimentado campeonato 2021. Se pensavam que o auge da temporada seria o toque entre Lewis Hamilton e Max Verstappen durante a última etapa no GP da Inglaterra, estavam enganados.

            A travada pista húngara não proporciona grandes emoções devido à dificuldade de ultrapassagens, mas os deuses do automobilismo resolveram dar uma apimentada nessa prova. Com a largada acontecendo em piso molhado, coube a Valteri Bottas (Mercedes) perder posições no apagar das luzes e causar um belo strike na 1ª curva do circuito, resultado: Bottas e Perez fora, além do líder do campeonato (Verstappen) com o carro danificado e bandeira vermelha para remoção dos pedaços de carro pela pista; Stroll da Aston Martin também não conseguiu frear e tirou a Ferrari de Leclerc.

            Na relargada, já com sol, momento inusitado: todos os carros no box para troca de pneus e Hamilton larga sozinho, tentando uma estratégia diferente. As Alpine do consagrado Fernando Alonso e do jovem Esteban Ocon aparecem fortes, e na parada de box obrigatória é o francês que surge na liderança.

            Ocon líder, seguido por outra surpresa, Sebastian Vettel da Aston Martin mostrando que essa corrida seria totalmente fora dos padrões. A Ferrari de Carlos Sainz tentava manter-se no pódio, enquanto Alonso (em 4º) segurava Hamilton em uma bela disputa que levantada o público presente no Autódromo de Hungaroring.

            Nas voltas finais, Alonso não conseguiu segurar o superior carro da Mercedes e Hamilton estava livre para ultrapassar Sainz e subir ao pódio. Vettel não conseguiu manter o ritmo e Ocon, de apenas 24 anos, conquistava sua primeira vitória na categoria.

            Os deuses do esporte na saída do autódromo ainda resolveram dar mais uma pitada de emoção, com a exclusão de Vettel e sua Aston Martin da prova devido a uma irregularidade técnica. Com isso, Hamilton subiu para o segundo lugar e voltou a liderança do campeonato, com Sainz herdando o pódio.

            Chegamos à metade do campeonato com Lewis somando 195 pontos contra 187 de Max Verstappen. Uma parada de quase um mês até a próxima etapa acontece na Bélgica no final do mês, 29 de agosto, tempo para todos colocarem a cabeça no lugar.


Por: Vitor Garcia

Edição: Marcely Castro

Foto: Formula1.com

Categoria:BARRA RACING